quinta-feira, 30 de julho de 2015

Após matar namorada homem confessa: 'o que tá feito, tá feito'



Um homem de 44 anos matou a namorada enforcada e depois se entregou à polícia, na manhã da quarta-feira (29), no bairro Cuniã, Zona Leste de Porto Velho. Na delegacia, o suspeito disse que não se arrepende do crime: "O que tá feito, tá feito". Ele ainda informou que deixou a casa onde cometeu o crime trancada, para ninguém entrar e prejudicar o trabalho da perícia.
Segundo a Polícia Civil, Benedito Odair da Silva, chegou ao 5º Departamento de Policia, afirmando ter feito "uma besteira". Questionado sobre o que aconteceu, ele confessou ter matado a companheira após uma briga motivada por ciúme.
Os agentes foram até a residência da vitima e encontraram a mulher já morta. O suspeito disse que utilizou uma atadura para enforcar a namorada. "Eu fui na casa dela só pra nós conversarmos. Ela disse que não ia se separar dele [ex- marido dela ] então começamos a brigar. Eu peguei a tipoia do meu braço machucado e enforquei ela, agora eu vou pagar pelo o que eu fiz como homem", contou Benedito.
De acordo com o policial civil Manoel Cavalcante, o homem ainda disse na delegacia que, após matar a namorada, fechou a casa para que ninguém interferisse na cena do crime e a perícia técnica pudesse trabalhar sem comprometer a investigação.
Com a confissão, o suspeito foi detido e levado para o 5º DP, onde encontra-se à disposição da Justiça.
O casal estava junto há oito meses. A mulher que era costureira morara com o filho e um irmão. Ninguém testemunhou o homicídio. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário