quarta-feira, 29 de julho de 2015

Cerca de 2 mil casos de hepatites virais foram registrados na capital



Porto Velho registrou 2576 casos de hepatites virais, entre os anos de 1999 e 2014, segundo dados da prefeitura. Desse número, 733 dos diagnosticados apresentam o vírus da hepatite A; 1172 por hepatite  B, e  529  por  Vírus  da  hepatite  C. Para combater o índice de infectados, o governo e a prefeitura estão desenvolvendo várias ações de prevenção e controle da doença.
Um exemplo foi a campanha realizada pela pasta estadual desta terça-feira (28), no auditório do Serviço Social do Transporte (SEST) e do Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT), na Zona Sul da capital.
Foram disponibilizados cerca de 80 testes para alunos, professores e usuários do sest senat. Entretando, a ação também se estende às 206 unidades de saúde do estado que também realizam os testes, segundo o chefe de Núcleo Programa Estadual de DST/Aids Hepatites Virais do estado, Natanael Costa Arruda. 
Além disso, a prefeitura também vai distribuir materiais educativos informativos, oferta de diagnóstico precoce por meio da realização de testes rápidos das hepatites e aumento da cobertura vacinal para as hepatites A e B, nas Unidades de Saúde da Família de Porto Velho. Uma ação também será feita na manhã desta quarta (29), no posto municipal do Bairro Aponiã, localizado na Rua Paulo Fortes com Andreia.
Segundo Natanael, os testes e triagens da rede pública também duram 30 minutos.  "Se pararmos para pensar é um avanço. Há 3 anos levávamos cerca de três meses para receber o diagnóstico", diz. Grávidas e pessoas acima de 15 anos que já tiveram relações sexuais podem fazer o teste para conferir o diagnóstico.
As Hepatites  Virais  (HV)  estão  inseridas  no  Programa  Nacional  de  Doenças Sexualmente Transmissíveis - DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde e são consideradas doenças  infecciosas. As hepatites virais A e E são transmitidas pela via fecal-oral e estão relacionadas às condições de saneamento básico, higiene pessoal, qualidade da água e dos alimentos. Já as hepatites virais B, C e D são transmitidas pelo sangue e por relações sexuais sem uso de preservativo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário