quarta-feira, 29 de julho de 2015

Servidores da Semed participam de Campanha de prevenção de Hepatites



A Secretaria Municipal de Educação através da Divisão de Saúde Escolar em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) realiza nesta quarta-feira, 29, a partir das 09 horas, a testagem de Hepatite Viral nos servidores da Educação. A ação faz parte da Campanha de Mobilização Nacional de Prevenção para as Hepatites Virais, que teve seu início no dia de ontem (28).
Segundo Fernanda Souza, chefe da Divisão de Saúde Escolar, serão realizadas, pelos técnicos da Semusa, testagens rápidas para HIV, Sífilis, Hepatites B e C tanto para os servidores como visitantes da Semed, além da imunização através de vacinas. “A atividade acontece pela parte da manhã com uma cerimônia de abertura com a presença secretária Francisca das Chagas, chefes de divisão e servidores. Esse tipo de ação realizamos já há três anos, sempre que inicia a campanha de mobilização para a prevenção dessa doença. Iniciamos com os servidores e depois realizamos nas escolas, dessa forma vamos divulgar entre os alunos do Programa Jovem Urbano, pois, o teste só pode ser realizado em pessoas maiores de 18 anos. E no último ano realizamos entre os alunos da Educação de Jovens e Adultos”, explica Fernanda.
O tratamento das Hepatites Virais é um direito de todo cidadão assegurado pelo Sistema Único de Saúde. Os testes também estarão disponíveis em todas as unidades básicas de saúde até o dia 28 de agosto.

A Doença

As hepatites virais são infecções graves e silenciosas que acometem o fígado, um dos órgãos mais importantes do corpo humano. São causadas por cinco diferentes vírus (A,B,C,D,E) e são transmissíveis de pessoa a pessoa de diversas formas. Ocorre em grande parte dos casos sem, ou com poucos sintomas como: cansaço, tontura, náusea, pele e olhos amarelados (icterícia), urina escura e fezes esbranquiçadas.
As hepatites A e E são de transmissão fecal-oral por meio da ingestão de água ou alimentos contaminados com os vírus contidos nas fezes dos doentes. A hepatite B é uma infecção sexualmente transmissível e assim como a hepatite C pode ser transmitida pelo sangue.
As pessoas que se expuseram a alguma situação de risco para a transmissão das hepatites B, C e D devem procurar uma unidade de saúde para realizar o teste das Hepatites Virais, assim como as que receberam transfusão sanguínea antes de 1993, devem realizar o teste. O diagnóstico e tratamento precoce podem evitar a evolução para uma cirrose e câncer de fígado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário