sexta-feira, 31 de julho de 2015

Servidores grevistas da Unir fazem manifestação, em Porto Velho



Técnicos administrativos da Universidade Federal de Rondônia (Unir) que estão em greve fizeram uma manifestação em frente ao campus da instituição no Centro de Porto Velho, na manhã da quinta-feira (30). Servidores do Instituto Federal de Rondônia (Ifro) também participaram da mobilização. Os técnicos da Unir cruzaram os braços no último dia 25 de maio.
Entre as reivindicações da categoria estão melhores condições de trabalho, reajuste salarial e Plano de Cargos e Salários. "Estamos com defasagem salarial de 35%, a previsão da inflação é de 9,8%, e o governo quer oferecer apenas a metade. Como você vai repor se não há reposição da inflação?", reclama a servidora da Unir Victoria Bacon.
Victoria disse ainda que o momento é delicado para os grevistas, já que a categoria não está conseguindo avançar nas negociações com a União. "O governo culpa os cortes no Orçamento Geral da União como os quase R$ 9 bilhões de corte na educação. Eles alegam ser imposssível atender a nossa demanda", explica.
Professores de universidades federais em todo o país também estão em greve. As duas categorias devem se reunir na próxima semana com o Ministério da Educação e o Ministério de Planejamento para negociar o fim do movimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário