sábado, 31 de outubro de 2015

EDITORIAL: HOMENAGENS AOS MORTOS

Dia dos Finados. O Dia dos Fiéis Defuntos ou Dia de Finados é celebrado pela Igreja Católica no dia 2 de novembro. No México é conhecido ainda como Dia dos Mortos. Tradicionalmente familiares e amigos limpam os túmulos, levam flores e rezam em homenagem a seus entes que já faleceram.

Desde o século II, alguns cristãos rezavam pelos falecidos, visitando os túmulos dos mártires para rezar pelos que morreram. No século V, a Igreja dedicava um dia do ano para rezar por todos os mortos, pelos quais ninguém rezava e dos quais ninguém lembrava. Também o abade de Cluny, Santo Odilon, em 998 pedia aos monges que orassem pelos mortos. Desde o século XI os Papas Silvestre II (1009), João XVII (1009) e Leão IX (1015) obrigam a comunidade a dedicar um dia aos mortos.

No século XIII esse dia anual passa a ser comemorado em 2 de novembro, porque 1 de novembro é a Festa de Todos os Santos. A doutrina católica evoca algumas passagens bíblicas para fundamentar sua posição (cf. Tobias 12,12; Jó 1,18-20; Mt 12,32 e II Macabeus 12,43-46), e se apoia em uma prática de quase dois mil anos.

Segundo León Denis, o estabelecimento de uma data específica para a comemoração dos mortos é uma iniciativa dos druidas, pessoas encarregadas das tarefas de aconselhamento, ensino, jurídicas e filosóficas dentro da sociedade celta, que acreditavam na continuação da existência depois da morte. Reuniam-se nos lares, e não nos cemitérios, no primeiro dia de novembro, para homenagear e evocar os mortos.

Após a Reforma Protestante, a celebração do Dia de Finados foi fundida ao da Festa de Todos os Santos na Igreja Anglicana, ainda que tenha sido posteriormente desmembrada em certas igrejas coesas ao Movimento de Oxford no século XIX. A observância da comemoração foi restaurada, todavia, em 1980, por meio da publicação do livro litúrgico The Alternative Service Book, o qual define a data como "festividade menor" intitulada "Comemoração dos Fiéis Defuntos".

Entre os protestantes históricos da Europa, a tradição foi mais tenazmente mantida. Mesmo a forte influência de Martinho Lutero não foi suficiente para abolir sua celebração na Saxônia durante sua vida e, apesar da sanção oficializada pela Igreja Luterana, sua memória sobrevive fortemente no costume popular.

Em 1816, a Prússia introduziu uma nova data para a lembrança dos mortos, com feriado, entre os cidadãos luteranos: era o Totensonntag, ou seja, Domingo dos Mortos, celebrado no último domingo antes do Advento. Este costume foi mais tarde adotado também pelos protestantes alemães, ainda que não se tenha espalhado muito além das regiões de maioria luterana na Alemanha.

Para a Igreja Metodista, são santos todos os fiéis batizados, de modo que, no Dia de Todos os Santos, a congregação local honra e recorda seus membros falecidos.

Para os espíritas, visitar o túmulo é a exteriorização da lembrança que se tem do espírito querido, é uma forma de manifestar a saudade, o respeito e o carinho. Desde que realizada com boa intenção, sem ser apenas um compromisso social ou protocolar, desde que não se prenda a manifestações de desespero, de cobranças, de acusações, como ocorre em muitas situações, a visitação ao túmulo não é condenável. Apenas é desnecessária, pois a entidade espiritual não se encontra no cemitério, e pode ser lembrada e homenageada através da prece em qualquer lugar. A prece ditada pelo coração, pelo sentimento, santifica a lembrança, e é sempre recebida com prazer e alegria pelo espírito desencarnado.

Exposição ‘Peixes do Madeira’ termina neste sábado em Porto Velho

Termina neste sábado (31) a exposição Peixes do rio Madeira, no shopping de Porto Velho. São dez espécies de peixes existentes na bacia hidrográfica do rio Madeira e que já são conhecidas pela população por terem aproveitamento econômico, mas que raramente são vistas por quem não é pescador.

Jatuaranas, pirarucus, tambaquis e pacus estão expostos junto com piranha, pirarara, jundiá, surubim e tucunaré, representando a fauna existente no rio que corta todo o estado de Rondônia e desemboca no rio Amazonas. Segundo a organização da exposição, o rio é habitado por mais de mil espécies, todas catalogadas nas pesquisas realizadas desde a época de estudos para implantação das hidrelétricas no Madeira.


De acordo com Paulo Damião, um dos responsáveis pela organização, o grande número de visitantes da exposição está incentivando a incluir o estande na 2ª Festa do Madeira, que acontece em Porto Velho, nos dias 14 e 15 de novembro.

Presidente do Sintero cobra valorização profissional e salário justo durante abertura do 14º Congresso dos Trabalhadores em Educação

A falta de valorização profissional e os baixos salários pagos aos profissionais da educação marcaram o discurso do presidente do Sintero, Manoel Rodrigues da Silva, durante a cerimônia de abertura do 14º Congresso Estadual dos Trabalhadores em Educação.

O evento começou nesta quinta-feira  (29/10) pela manhã e segue até sábado, dia 31/10, na Sede Administrativa do Sintero, em Porto Velho, com a participação de aproximadamente delegados eleitos nas assembléias realizadas em todo o Estado.

A solenidade de abertura teve, na mesa principal, o presidente do Sintero, Manoel Rodrigues da Silva; a Secretária de Estado da Educação, Fátima Gavioli, o presidente da CUT/Rondônia, Itamar dos Santos Ferreira; a presidente do Conselho Estadual de Educação, Francisca Batista da Silva; a Secretária de Relações Internacionais da CNTE e Vice-Presidente da Internacional da Educação para a América Latina, Fátima Silva; e a Diretora da Regional Norte do Sintero, Cleuza Ferreira Mendes.

Todos os integrantes da mesa discursaram e parabenizaram a diretoria do Sintero pela realização do 14º Congresso. A Diretora da Regional Norte, Cleuza Ferreira Mendes, falou em nome dos demais Diretores Regionais e agradeceu a todos pela presença. A presidente do Conselho Estadual de Educação, Francisca Batista da Silva, em seu discurso, fez um apelo para que as leis relativas à educação sejam resultado de amplos debates com a sociedade e com os profissionais da educação.

O presidente da CUT, Itamar Ferreira, destacou a luta do Sintero em parceria com a Central em defesa dos trabalhadores em educação.  A Secretária de Relações Internacionais da CNTE, Fátima Silva, parabenizou a direção do Sintero pela estrutura da nova sede e pela realização do 14º Congresso. “Estamos diante de um bom exemplo de gestão, de direção sindical que sabe administrar os recursos do sindicato. Temos acompanhado a luta do Sintero na defesa dos trabalhadores em educação, mas estando pessoalmente aqui, constatamos que a luta vai além das reivindicações, que a dedicação da direção do Sintero se estende à preocupação com o uso correto da contribuição dos filiados. Parabéns”, disse.

A Secretária de Estado da Educação, Fátima Gavioli, fez um relato das atividades da Seduc e destacou as dificuldades em administrar com insuficiência de recursos financeiros e recursos humanos. Ela disse que faz verdadeiros malabarismos para suprir a falta de professores e de outros profissionais da educação. Fátima Gavioli disse que mesmo com dificuldades procura atender às reivindicações dos trabalhadores em educação e relatou as vezes em que os diretores do Sintero cobram da Seduc soluções para as questões que atingem a categoria. Ela falou do pagamento da Licença Prêmio em pecúnia, dos índices de afastamento de profissionais por doença e do cumprimento de determinações que às vezes contrariam a vontade dos trabalhadores.

O presidente do Sintero, Manoel Rodrigues da Silva, bastante aplaudido, fez um breve relato das atividades do sindicato. Ele cobrou do governo do Estado o cumprimento do Plano Estadual de Educação e soluções para as demandas dos trabalhadores em educação. Professores, Técnicos Educacionais e outros trabalhadores que estavam no plenário se sentiram bem representados e aplaudiram quando o presidente do Sintero cobrou a realização de concurso público, a redução do número de alunos por sala de aula, a implantação de programas de formação continuada, mais preocupação do governo com a saúde dos trabalhadores, e salário justo. “Não nos cansamos de lutar. Essa tem sido a nossa rotina. Diariamente estamos percorrendo os locais de trabalho e temos levado as demandas ao governo do Estado através da Seduc. Então, quero pedir aqui para a Secretária Fátima, que leve ao governador Confúcio Moura as preocupações e as reivindicações da categoria. Com essas palavras, declaro aberto o 14º Congresso Estadual dos Trabalhadores em Educação”, disse Manoel Rodrigues.

Apresentações culturais

A solenidade de abertura do 14º Congresso do Sintero teve a apresentação do coral do IFRO – Porto Velho, sob a coordenação da professora Ana Cássia, que interpretou o Hino Nacional Brasileiro as músicas populares brasileiras “Roda Viva”, de Chico Buarque, e “Vira Virou”, de Cleiton e Cledir. Os congressistas aplaudiram de pé quando o coral cantou a oração Pai Nosso, em um dialeto africano “Baba Yetu”. Os congressistas pediram bis, e o coral interpretou “Isto aqui, o que é” (Isto aqui é um pouquinho de Brasil), de Ary Barroso.


A cerimônia também teve a apresentação dos alunos da Escola Jerusalèm da Amazônia, uma escola municipal de Porto Velho que fica na zona rural da Capital. As crianças entraram no auditório com bandeiras do Sintero ao som da música “Vai passar”, de Chico Buarque, que homenageava os trabalhadores em educação que participaram ativamente da luta e que faleceram nos últimos anos.

Artista plástica faz exposição de quadros em Guajará-Mirim

A artista plástica Thais Lino, de 35 anos, está fazendo uma exposição de arte contemporânea com seis quadros da coleção Regard, no Museu Municipal, no Centro de Guajará-Mirim (RO), a 330 quilômetros de Porto Velho. O evento teve início na última quinta-feira (29) e é aberto a comunidade com entrada gratuita. A exposição vai até a manhã de domingo (1).

Thais é natural de São Paulo (SP), atualmente mora em Campo Grande (MS) e já fez exposição de seu trabalho na Europa e na África. Iniciou a carreira profissionalmente em 2008 e desde então vive somente da arte. Segundo a artista, a inspiração para produzir os quadros vem da vivência diária e o principal objetivo é interagir com o espectador transmitindo sentimentos, seja de alegria, euforia ou até mesmo tristeza.

"Desenvolvi uma técnica de nanquim com colagens. É um trabalho sustentável porque também uso bastante material reutilizável. Procuro fazer dessecagem dos personagens vivos para transmitir sentimentos às pessoas. Este é um novo conceito de arte, queria sair da mesmice e por isso estou fazendo a releitura do meu trabalho", contou Thais.

A exposição está sendo realizada em parceria com a Associação Cultural Waraji que fez a organização do evento e com a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo (Semcet), que cedeu o espaço.

De acordo com a presidente da associação, Thaiz Lucksis, os quadros também serão expostos nas oficinas do Festival Festin-Açu e Grito Cultural que é um evento paralelo e teve início na noite de quarta-feira (28) e vai até a noite de domingo (1).

"Convidamos toda a população de Guajará-Mirim e região para prestigiar e conferir o trabalho dessa artista que tem muito potencial. Os quatro dias de exposição serão aqui no Museu e será muito importante abordar todas as nuances artísticas. Esse é nosso objetivo", declarou a presidente.

Confira os horários da exposição de quadros da artista:

31/10 – Das 8 às 12h
1/11 – Das 8 às 12h

Prefeitura de Jaru é notificada por excesso de gastos com pessoal

O Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO) proibiu que a prefeitura de Jaru (RO), a 200 quilômetros de Porto Velho, crie novos cargos para servidores no município. Através de um alerta emitido pelo TCE, o executivo também está vetado em fornecer aumento ou reajuste de salário e alteração na estrutura de carreira de funcionários, tendo em vista que a administração excedeu os gastos com a folha de pagamento neste ano. 

De acordo com o TCE, nos meses de maio a agosto as despesas com folha de pagamento ultrapassou o limite prudencial de 95% estabelecido pela lei, e atingiram o valor de R$ 46,3 milhões. A quantia gasta exclusivamente com pessoal é equivalente a 52,65% da receita corrente líquida, estipulada em R$ 87,9 milhões.

Segundo o TCE, por conta disto a prefeitura deve conter os gastos e adotar providências necessárias para não ocorrer percentuais excedentes nos próximos quatro meses, sendo ao menos um terço no quadrimestre seguinte.

O termo de alerta foi emitido com o intuito de evitar as ocorrências de irregularidades na gestão fiscal do município. Caso as medidas para adequar o controle de gastos não sejam adotadas, a chefe do executivo poderá responder por improbidade administrativa.

A reportagem da imprensa tentou contato com a prefeitura para saber quais medidas serão tomadas na questão de diminuição dos gastos, mas até a publicação da reportagem não obteve resposta.

Agenda cultural tem cinema, retiro, festa sertaneja e exposição em RO

A agenda cultural deste final de semana, em Rondônia, reúne shows, exposição fotográfica e de quatros, cinema, baladas e sarau . A programação vai até domingo  (25).

Nas salas de cinema estão em cartaz os filmes  "Atividade Paranormal: Dimensão Fantasma", "Goosebumps: Monstros e Arrepios", "SOS Mulheres ao Mar", "Hotel Transilvânia 2", "Vai que cola", "Peter Pan" e "O último Caçador de Bruxas", . Confira abaixo a agenda completa por município e data:

Porto Velho

Sexta-Feira (30)

- A renovação Carismática de Porto Velho realizada o Retiro Espiritual para universitário e profissionais o evento começa na sexta (30) e termina no domingo (1°).

Horário: 21h
Entrada: universitário : R$ 25,00 profissional: R$ 30
Local: Casa Betânia, rua Benedito Inocêncio, 7214, bairro Três Marias.
- Exposição de quadros "Medicina: Ciência e Arte" encerra nesta sexta (30)

Entrada:gratuita

Horário: 20h
Local: Casa de Cultura Ivan Marrocos (Av. Carlos Gomes, 600, bairro Caiari)
- Festa a fantasia Halloween Fantasy acontece nesta sexta (30), vestimenta preta ou a fantasia é obrigatória.
Entrada:R$ 30 (feminino) R$ 40,00 (masculino)
Local: Savana Acustic, Padre Chiquinho, 2474, bairro Liberdade
Informações: (69) 9302-5574

Sábado (31)
Encerra neste sábado  a exposição de fotografias ‘Olhares’, por Renata Silva, em comemoração aos 101 anos de Porto Velho
Entrada: Gratuita
Horário: 18h30 às 21h30
Local: Restaurante e Choperia Emporium (Avenida Pinheiro Machado, esquina com a Presidente Dutra)
- Festa a Fantasia é no Confraria das Artes, terá apresentação de bandas locais, venda de comidas e bebidas, além de um concurso de melhor fantasia
Entrada: Gratuita
Horário: 19h
Local: Confraria das Artes (avenida Calama,1706, bairro São João Bosco)

Domingo (1°)
- Cine Confra das Artes com filme Terror Sem limites (A Serbian Film)
Horário: 19h
Entrada: gratuita
Classificação: 18 anos
Local: Confraria das Artes, av. Calama, 1706 - São João Bosco

- Na véspera de feriado acontece a  Agrofest que está na 5° edição

Horário: 19h
Local: Clube Planalto (Av. Calama, 8125)
Informações: (69) 9268- 4554

- Festa da Catuaba 11° edição, haverá premiação para melhor fantasia

Entrada: R$ 25,00
Horário: 22h
Local: Zé Beer, av. Lauro Sodré, sem número, bairro Pedrinhas


Ariquemes


Sexta-feira (30)
- Show com a banda Miss Holliday, de Porto Velho, George e Kevyn e
apresentações dos DJ Hamilton.
Entrada: mulheres entram grátis até meia noite
Horário: a partir de 23h
Local: Café com Rock, localizado na Avenida Tancredo Neves, próximo da Unir.

Sábado (31)
- Festa "Aquele 1% é vagabundo" com  Beto & Rick
Entrada: entrada gratuita pras mulheres até meia noite
Horário: a partir de 23h
Local: Café com Rock, localizado na Avenida Tancredo Neves, próximo da Unir.


Ji-Paraná


Sexta-feira (30)
- Nesta sexta-feira (30), haverá a “Vou dar virote”, com DJ Regis, Felipe Soares e Adriel Fonseca
Entrada: R$ 15 (feminino) e R$ 20 (masculino)
Informações: (69) 8443-2244, (69) 9975-0170 ou (69) 8477-1111
Local: Villa Sertaneja,  na Avenida Transcontinental, Centro.

Domingo (1°)

- Já véspera de feriado, a casa de shows oferece ao público a festa “Cachorro Memo”, tendo como atrações a dupla Lucas e Gabriel, vinda de Cuiabá e que tem eu seu repertório sucessos como “Cachorro memo” e “Ficar não tá com nada”.

Entrada: R$ 15 (feminino) e R$ 20 (masculino

Informações: (69) 8443-2244, (69) 9975-0170 ou (69) 8477-1111

Local: Villa Sertaneja,  na Avenida Transcontinental, Centro.


 Vilhena


Sexta (30)
- Na sexta-feira (30) acontece, a, a edição de outubro da Noite da Seresta com apresentação de artistas locais. Dessa vez o evento, organizado pela Fundação Cultural de Vilhena
Horário: 21h

Local: Papo de Esquina Espeto Bar, Avenida Capitão Castro, no Centro de Vilhena

Entrada: gratuita.

- Para início da madrugada de sábado tem a balada "Junto e Misturado" na casa de shows Old Ranch. Se apresenta  a banda Villa 21, a cantora Meire, a dupla Fábio e Guilherme e ainda tem o som eletrônico do DJ Ulis Oliveira.

Horário:  23h30
Local: Old Ranch, na rua Celso Mazutti, bairro Jardim América
Informações: (69) 8134-4990.

Sábado (31)

- Neste sábado (31) na casa noturna Jão acontece a festa “Crem de la Creme” com cinco atrações dividas em dois ambientes. Vai ter som da dupla Brenda e Kaio, do cantor Robson Reis, o som eletrônico dos DJs Ulis Oliveira, Ivo Mioranza e Lucas Henrique.  Ingressos estão sendo vendidos na Banca do Zóio.

Local: Casa noturna Jão está na Avenida Capitão Castro nº 4067, Centro de Vilhena
Informações: (69)8147-7616

Domingo (1°)
- No domingo (01) no Terraçus Metropolitan, acontece a balada “Vem que tem” com o som do cantor Lucas Campos e dos DJ’s Marron e Érica Zetoli. Mulheres com nome na lista não pagam
Local: Terraçus  na Avenida Marechal Rondon, Centro

Informações: (69) 8471 7077.

Prefeitura de Porto Velho lança campanha de combate ao trabalho infantil

A Prefeitura de Porto Velho lançou nessa quinta-feira, 29, a Campanha de Combate ao Trabalho Infantil que será intensificada principalmente nos dois cemitérios da cidade, por causa do “Dias dos Finados”. A campanha foi lançada pelo secretário Solano Ferreira, da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) e Eduardo Damião, da Secretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb), durante uma coletiva à imprensa na Semas.
Solano Ferreira lembrou que o município já desenvolve diversas frentes de trabalho que estão a cargo de várias secretarias, não apenas pela Secretaria Municipal de Assistência Social.
“Com a campanha queremos criar um fluxo para que essas ações possam se '‘encontrar’' e dar uma dimensão maior”, disse o secretário.
Ele também adiantou que o movimento é intensificado principalmente nos períodos sazonais de grandes eventos como o Dia de Finados, Carnaval, feiras, entre outros, período que há um volume maior de crianças e adolescentes sendo usados em todo tipo de trabalho.
Para o secretário, é preciso reeducar a população para que ele perceba o erro que comete ao, por exemplo, comprar alguma coisa na rua de uma criança. “Isso é cultural no Brasil. A pessoa compra com o intuito de ajudar aquela criança ou a família do adolescente e não percebe o mal que está fazendo, além de quê, essa prática é crime”, alertou.

Essa é a mesma avaliação que faz o secretário Eduardo Damião, da Semusb. “Esse trabalho tem que ser feito em cima dos adultos. Se a criança ou o adolescente não tiver quem, a contrate ou compre seus produtos, ela não vai trabalhar de graça. Então o objetivo é esse. Vamos estar com uma equipe muito grande no Cemitério dos Inocentes e de Santo Antônio para evitar que os adultos contratem menores para fazer serviços que não é competência das crianças”, afirmou.

DNIT atende Mosquini e assina O.S. para início das obras

Agora é oficial. Atendendo a solicitações do deputado federal Lúcio Mosquini (PMDB-RO) o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) já liberou a ordem de serviço para a recuperação dos trechos mais críticos da BR-364, em especial o que liga Jaru a Ouro Preto do Oeste.
Nas últimas semanas o deputado Lúcio Mosquini iniciou uma verdadeira força-tarefa em Brasília para viabilizar a recuperação da BR. "A situação está insustentável. A péssima conservação da rodovia coloca os motoristas em risco e tem provocado muitos acidentes. Mas agora o Dnit atendeu nossa solicitação e irá iniciar as obras".
Mosquini esteve cinco vezes com o Ministro dos Transportes Antônio Carlos Rodrigues, com o Superintende do Dnit para Rondônia e Acre, engenheiro Sérgio Mamanny, e com técnicos do órgão.
Além disso, fez pronunciamentos na tribuna da Câmara dos Deputados cobrando a recuperação da rodovia.
Os esforços do deputado deram resultado. Nesta quinta-feira (29) o Dnit emitiu Nota de Empenho e autorizou a empresa a iniciar as obras.

"Após esta recuperação continuarei vigilante em Brasília para que a BR-364 esteja sempre conservada, proporcionando conforto e segurança aos nossos munícipes", concluiu Mosquini.

Raio causa incêndio próximo a serraria em Espigão D’Oeste

Um raio que caiu na  tarde  da  sexta-feira (30), assustou os moradores de Espigão D’Oeste (RO), município distante cerca de 539 quilômetros de Porto Velho, e por pouco não causou uma tragédia, pois aconteceu ao lado de uma serraria.

Conforme o jornalista Evisson Borges, o raio caiu em um terreno baldio que fica na saída da cidade sentido Cacoal (RO), ao lado de uma serraria. "Eu estava andando na rua de moto, quando escutei o estrondo e vi as chamas caindo no rumo da serraria. E corri para ver o que tinha acontecido, mas quando cheguei lá percebi que tinha sido ao lado", contou.

Ainda de acordo com o jornalista, os funcionários da serraria relataram que estavam trabalhando no momento, quando o tempo fechou e de repente um forte estrondo deixou  todos  em pânico no local. E quando saíram do barracão  para ver o que  tinha acontecido perceberam que  a vegetação  ao  lado, no terreno baldio, estava queimando.


As chamas começaram a se espalhar, colocando  em  risco o depósito  de madeira da serraria. Os trabalhadores do estabelecimento agiram rápido e providenciaram uma  pá  carregadeira para controlar  o fogo, evitando que as chamas  chegassem até o depósito.  "Levei um baita susto com esse raio, mas o importante que nada de grave aconteceu", relatou Borges.

BLITZ DA LEI SECA NA CAPITAL: 07 vão em cana, na madrugada da sexta feira, 30

A Blitz da Lei Seca realizada na madrugada desta sexta, 30, prendeu 07 homens por embriaguez ao volante. A barreira foi montada na Avenida Sete de Setembro, bairro Nossa Senhora das Graças, centro da capital.
Consta no BOP em uma das ocorrências, que um homem de 34 anos foi flagrado por embriaguez ao volante e a documentação de seu carro estava vencida. Ato contínuo, foi realizado o teste do bafômetro e constatado 0,46 miligrama de álcool por litro (mg/l) de ar expelido, o que é considerado crime, a partir de 0,34 mg/l.
Noutra situação, um idoso de 62 anos também dirigia com álcool no sangue. Fez o teste do bafômetro e apresentou 0,45 mg/l, foi se entender com o delegado.
Por último um jovem de 24 anos flagrado, se recusou a fazer o teste, mas teve coragem e disse aos policiais ter ingerido bebida alcoólica. Foi em cana.
Consta no BOP que neste caso, ele aparentava visível sinal de estado embriaguez e assinou o termo de recusa do teste, mas mesmo assim foi parar na delegacia.
Conheça os ditames da lei seca
É considerado crime quando o motorista é flagrado conduzindo veículos com índice de álcool no sangue superior a 0,34 miligrama de álcool por litro de ar expelido ou 6 decigramas por litro de sangue.
A pena pode variar de 6 meses a 3 anos de detenção, multa e suspensão temporária da carteira de motorista ou proibição permanente de obter a habilitação. O Código de Trânsito Brasileiro estabelece multa de R$ 1.915,40, além de 7 pontos na carteira.

Os condutores também têm a CNH apreendida. Se o motorista tiver cometido a mesma infração nos 12 meses anteriores, o valor da multa é dobrado.

MPF desbarata duas organizações criminosas em Rondônia

Quarenta e cinco pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público Federal (MPF) nos últimos dias, em Guajará-Mirim, fronteira de Rondônia com a Bolívia, em ações envolvendo crimes como tráfico internacional de drogas e desvio de recursos públicos. Em duas ações penais, duas organizações criminosas foram desbaratadas.

Numa das ações, 21 criminosos foram denunciados por tráfico internacional de drogas. Segundo o MPF, os suspeitos atuavam organizadamente. Através de investigações realizadas pela Polícia Federal, algumas com autorização da Justiça, foi possível apreender, em várias operações coordenadas, 154,4 quilos de cocaína e de pasta base. Nove investigados já foram presos. As penas podem ultrapassar 25 anos de prisão. Dois dos denunciados responderão também por corrupção de menor.

Na segunda ação penal, o MPF denunciou 24 pessoas por fraudes e desvios de recursos públicos. A maior parte dos suspeitos é de servidores públicos e de agentes políticos. Os recursos foram repassados através de convênios com a União e destinavam-se à construção da escola Pró-Infância e à ampliação da Unidade de Saúde Carlos Chagas. As provas foram obtidas mediante interceptações telefônicas e buscas e apreensões autorizadas pela Justiça.


Na denúncia, o MPF afirma que as empresas que participaram das licitações combinavam qual apresentaria a proposta vencedora em cada concorrência. As fraudes envolviam ainda o uso de empresas fantasmas, direcionamento e dispensas indevidas de licitações, medições falsas e pagamentos indevidos. As penas somadas ultrapassam 30 anos de prisão.

Funcionária de padaria é baleada no abdômen durante assalto em RO

A funcionária de uma padaria foi baleada na noite de quinta-feira (29) durante um assalto no estabelecimento onde estava trabalhando, localizado no Bairro Beira Rio, em Rolim de Moura (RO), região da Zona da Mata. Segundo a Polícia Militar (PM), o assaltante atirou contra a vítima mesmo depois de ela entregar o dinheiro do caixa.

De acordo com o boletim de ocorrência, o homem entrou na padaria usando um capacete. Assim que se aproximou do caixa, ele anunciou o assalto e pegou cerca de R$ 200 que estava na gaveta da padaria. O suspeito ainda perguntou para a funcionária se ela possuía aparelho celular.

A mulher respondeu ao assaltante que não tinha celular e neste momento ele atirou contra ela. O disparo atingiu o abdômen da vítima, que após ser socorrida, foi levada ao Hospital Regional de Cacoal (RO), onde passou por cirurgia e permanece em observação médica.

O homem que atirou contra a funcionária fugiu na noite de quinta, mas na manhã desta sexta-feira (30) a PM conseguiu prender cinco suspeitos de  terem participado do assalto na padaria de Rolim de Moura.

Advogado da ex-deputada Ana da 8 pede revogação de prisão em RO

A ex-deputada Ana da 8, que foi presa, na última quinta-feira(29), continua no Presídio Feminino de Guajará-Mirim. Ela se encontra sozinha em uma cela, pois a unidade prisional não tem muitas presas e sobra espaço. A irmã de Ana, Luciana Dermani, que também foi presa no mesmo dia, se encontra no Presídio Provisório de Porto Velho.

As duas respondem a processo por peculato e as prisões foram em cumprimento ao mandado expedido pelo juiz Edvino Preczevski, da 2ª Vara Criminal. De acordo com o Ministério Público de Rondônia (MP-RO), o motivo da prisão foi devido ao fato da ex-deputada não ter comparecido as audiências em um processo que responde por peculato, que é o desvio de dinheiro público.


O advogado das acusadas, José Manoel Alberto, informou que está acompanhando de perto o andamento do processo e que já deu entrada com um pedido de revogação das prisões. Ele informou também que Ana e Luciana continuam morando no mesmo endereço que consta no processo.

Homem é preso após roubar bolsa de mulher em rua de Vilhena

Um homem de 28 anos foi preso na quinta-feira (29) no Setor 8, em Vilhena (RO), cidade do Cone Sul, após roubar a bolsa de uma mulher de 56 anos que ia para a igreja. O suspeito foi detido por moradores e pessoas que estavam próximas ao local do roubo até a chegada da Polícia Militar.

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima seguia pela Rua 803 em direção a uma igreja quando teve sua bolsa roubada pelo suspeito, que vinha em uma bicicleta. Na bolsa havia um celular, cartões de crédito, dinheiro, um óculos de grau, um vidro de azeite e uma bíblia.

O homem fugiu em direção à Avenida Brigadeiro e foi seguido por uma testemunha que presenciou o roubo. A testemunha abordou o suspeito, que largou a bicicleta e os objetos roubados, pulou o muro de uma propriedade e foi seguido por populares até a Avenida Curitiba, onde foi contido até a chegada da viatura da Polícia Militar.

O suspeito apresentava arranhões no lado esquerdo do rosto, na testa e no pescoço e que, segundo ele, teriam sido provocadas pelas pessoas que o imobilizaram até a chegada da PM. O detido recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil.

MP-RO pede prisão de homem que arrancou orelha da esposa a mordidas

O crime brutal que teve como vítima a camareira identificada pelas iniciais A.O.S. (33) aconteceu em Porto Velho no dia 11 de outubro e em célere atuação do Ministério Público de Rondônia, o acusado Antônio C.S (35) teve sua prisão decretada.
O caso foi encaminhado a promotora da vara de violência doméstica do MP-RO,Tânia Garcia Santiagoque desde sua chegada à promotoria há um ano, se deparou com os mais diversos e absurdos casos de agressão contra mulheres. Situações onde os agressores submetem a vítima a ações humilhantes e injustificáveis. Casos que fermentam negativamente a violência contra mães, filhas, esposas e namoradas. Um cotidiano que não cessa e caem no esquecimento.
Esse fato mudou minha vida. Não quero falar sobre isso. Mudei todos os meus hábitos, endereço, tudo, para nunca mais encontrar com aquele cidadão (Antônio), que marcou negativamente minha vida. Infelizmente vou ter que me lembrar daquele dia para sempre”, disse a mulher em relação a lesão permanente na orelha e sua imagem refletida no espelho. Com a denúncia da vara da violência doméstica, Antônio foi preso preventivamente e permanece na cadeia, onde aguarda julgamento. A vítima trabalha em um motel e foi agredida pelo companheiro com socos, pontapés e golpes de madeira balaústra na cabeça. O homem ainda arrancou a orelha da mulher a mordidas, deixando-a gravemente ferida. A camareira disse à polícia que tudo foi praticado durante uma crise de ciúmes. Em depoimento, A.O.S, relatou que possui medida protetiva em desfavor do suspeito pelo crime de ameaça de morte e anteriormente teve de fugir do estado do Mato Grosso com medo da violência do companheiro.
Para a promotora Tânia Garcia, casos como esse refletem a vulnerabilidade a que as mulheres estão expostas dentro da própria casa. Pela Promotoria recebe mensalmente cerca de 200 processos onde a violência doméstica está mais do que explicita. Outro número igual é de pedidos de medida protetiva para mulheres ameaçadas pelos companheiros e ex-companheiro.
O trabalho do Ministério Público de Rondônia no combate a violência contra a mulher não se restringe ao oferecimento de denúncias à justiça. O órgão encabeça ações de conscientização sobre o tema e apoia projetos no estado, com farto material educativo e uma serie de campanhas que abordam o tema. São palestras, seminários e debates que envolvem organizações não governamentais e a sociedade civil organizada na luta pelo fim da violência contra as mulheres. “Infelizmente esses dados não correspondem aos casos reais de violência, pois muitas deixam de denunciar seus agressores. Esse tipo de violência brutal, dessa mulher que perdeu a orelha, nos chama ainda mais a atenção”, diz a promotora.
Uma dessas ações é desempenhada por meio do Centro de Apoio Operacional Criminal (CAOP-CRI), que dentre as muitas atividades, fortalece a distribuição da cartilha sobre a Lei Maria da Penha, com apoio da Rede de Enfrentamento da Violência contra Mulher em Rondônia, orientando como as vitimas desse tipo de violência podem encontrar o amparo que precisam.
Delegacia
Antes de chegar à promotoria e se transformar em processo, o caso é registrado á DEAM (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), onde duas delegadas atuam na condução dos inquéritos.
Márcia Cristina Gazoni, titular da especializada há dois anos, já não se surpreende tanto com os números e admite que a quantidade de casos seriam maiores, se todas as vítimas denunciassem seus agressores.
Na delegacia, a maioria dos registros apontam para o crime de ameaças, e espantosamente, muitas mulheres mesmo depois de agredidas, retiraram a denúncia para descriminalizar o companheiro. Muitas dessas atitudes são por medo/ameaça ou até mesmo pelo sentimento amoroso.
Campanha
“De fato teríamos números bem maiores se todas as vítimas registrassem as agressões que sofrem, mas ainda assim, notamos que a mulher deixou de se intimidar e passou a enfrentar esse problema buscando o apoio da polícia e da justiça”, observa.
O Ministério Público de Rondônia em 2014 lançou a cartilha, Lei Maria da Penha – DIGA NÃO AO MEDO E A IMPUNIDADE, onde aborda várias formas de violência contra mulher (física, psicológica, sexual, patrimonial e moral. Pág. 10 e 11 da cartilha), e apresenta vários sinais que podem ser indicativos de agressão.
Em briga de marido e mulher ninguém mete a colher”, “Mulher gosta de apanhar”, “Quem come do meu pirão, apanha do meu cinturão” são alguns dos mitos atacados na cartilha, também caracterizando os ciclos da violência doméstica.
De acordo com o Ministério Público a cartilha surgiu para consolidar e aplicar a Lei 11.340, Maria da Penha, que surgiu no ano de 2006 no Brasil. A efetividade da lei neste aspecto, fez com que nesses nove anos, ocorresse um aumento no número de denúncias de mulheres vítimas de violência doméstica aos serviços públicos do Estado.
O MP possuí um projeto áudio visual denominado “Fala MP”, que aborda diferentes temas sobre problemas sociais. Em uma de suas edições, a promotora Tânia Garcia explicou como funciona a Rede de Proteção à Mulher Vítima de Violência.